De acordo com Hipócrates, a doença se manifesta quando o corpo físico está em desarmonia com ele mesmo e com o meio ambiente e ele foi o primeiro a postular sobre o poder a cura da própria natureza no corpo do indivíduo.

Atualmente, muito se fala sobre dietas, exclusões de alimentos, coisas que confundem as pessoas, mas pouco se fala sobre o alimento em si, sobre a importância de se manter uma relação saudável com o alimento, sobre criar um vínculo que aquilo que irá te nutrir e ser a fonte vital na manutenção da vida.

As ditadura das dietas criou uma mentalidade distorcida e um relacionamento doentio com o alimento e as pessoas perderam a noção de como se alimentar de maneira adequada e feliz. A comida passou a ser o inimigo número um das pessoas quando deveria ser o melhor amigo, pois é a fonte de nutrição e prazer que irá manter o seu organismo em pleno funcionamento. E pior, o alimento passou a ser substituído por pós e cápsulas, e o natural, cada vez mais por industrializados. E o resultado não poderia ser pior: cada dia mais o aumento de doenças.

É preciso reavaliar o nosso relacionamento com a comida, principalmente porque quando o desequilíbrio atinge o corpo, a energia vital se esvai.

As terapias holísticas permitem a sinergia dos sistemas que, aliadas a nutrição, trazem o equilíbrio e o retorno a saúde integral.